sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Resenha - Cinquenta Tons Mais Escuros (Fifty Shades of Grey #2) - E L James


Contém Spoiler de 50 tons de cinza. Portanto, quem ainda não a primeira parte da trilogia, saia desta postagem e procure a outra na qual eu falo sobre ela. (Vá na página RESENHAS, aperte CTRL + F e digite 50 tons de cinza que tu achará o link da resenha. Depois é só clicar nela e se divirta lendo sobre este romance sexy e sombrio.)

"Sou apenas sensação. Isto é o que ele faz comigo: pega o meu corpo e me possui por inteira para que eu não pense em nada além dele. Sua magia é poderosa, inebriante. Eu sou uma borboleta presa em sua rede, incapaz de escapar, sem vontade de escapar. Sou dele... totalmente dele"

A separação ocorrida em 50 tons de cinza foi dura tanto para Anastasia, quanto para Christian.
Sofrendo maus bocados, Grey resolve abrir mão de tudo aquilo que fez por sua vida toda, que o tornou enigmático, sombrio e incrivelmente...sexy.
Ele então toma a iniciativa de ter um relacionamento sério com Ana, do tipo de namorados mesmo.
Mas, como toda história precisa ter um vilão, E L James trouxe à tona as ex-submissas de Christian (uma mais maluca que a outra). Outro vilão é Jack, chefe de Anastasia que quer tirar proveito da ''jovem indefesa''.

As cenas de sexo continuam à todo vapor. Eu realmente não achei que todas foram necessárias e bem-vindas. Algumas foram memoráveis, tais como a que Anastasia aceita que Christian a toque num elevador cheio de pessoas.

Com essa estabilidade no relacionamento dos dois, Steele quer descobrir os verdadeiros motivos dos 50 tons do Christian. A E L nos fala o porquê dele ser assim, mas eu confesso que não fiquei muito surpreso e chocado.

Anastasia fica pensante, claro, mas então Christian, com medo de que ela vá embora, lhe faz uma proposta que a deixa surpresa e entusiasmada, já que ela foi a primeira mulher que ele amou como namorada.

50 tons mais escuros é um pouco inferior à 50 tons de cinza. Não pelos palavrões, pelas cenas bonitinhas, mas pelas cenas de sexo repetitivas e cansativas. Alguém por favor abaixa o fogo da Anastasia!

A parte do romance e da escrita da E L não me desagradaram, pelo contrário, me fizeram ficar lendo assiduamente, tanto é que acabei esse livro de mais de 500 páginas em três dias.
Que venha 50 tons de liberdade.

Nota: 4/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário