segunda-feira, 7 de julho de 2014

Resenha - Cidade dos Ossos (Os Instrumentos Mortais #1) - Cassandra Clare


Narrado em terceira pessoa, por um narrador onisciente, Cidade dos Ossos nos trás ao um mundo onde existe de tudo: vampiros, lobisomens, feiticeiros, etc. Mas uma coisa é mentira: a existência de zumbis (eu fiquei triste por isso).

Clary, a protagonista, perdeu o pai logo cedo. Vive com sua mãe, Jocelyn, e pode sempre contar com seus dois grandes amigos: Luke e Simon.

Numa noite como qualquer outra, Clary e seu melhor amigo Simon resolvem dar uma passadinha na boate Pandemônio, só não sabia a garota que a partir daí sua vida iria mudar completamente...

Clary presencia um terrível assassinato, e percebe que só ela tinha o poder de ver aquilo. Ela ficou totalmente chocada, inclusive quando um dos assassinos a encontra no dia seguinte e exige algumas respostas. Qual o motivo de só Clary, uma jovem indefesa e mundana, ver aquilo? 

Clary é como Jace: uma caçadora de sombras.

Há apenas duas formas de se tornar um caçador de sombras: tomar do Cálice Mortal ou descender de uma pessoa assim. Clary não se lembra de ter tomado coisa alguma, e nem sabe se sua mãe ou o seu pai são caçadores de sombras, o que a deixa mais intrigada ainda.

Um dos principais focos da história - ou o principal - é o sumiço do Cálice Mortal. E também o desaparecimento da mãe de Clary, sequestrada pelo temído Valentim, um antigo caçador se sombras considerado como morto.

Clary precisa amadurecer como caçadora, relembrar seus próprios segredos que lhe foram furtados, encontrar o cálice para que Valentim não o use para criar caçadores de sombras destinados a destruir a Clave (associação que controla o mundo do caçadores de sombras), e o principal: recuperar sua mãe, e com vida.

Será que Clary conseguirá fazer tudo isso?


Um livro talvez até meio clichê, mas com uma ótima história. A titia Cassandra nos trouxe um romance épico, com um pequeno triângulo amoroso, que me deixou roendo as unhas. 

Foi uma ideia totalmente criativa. Ninguém nunca juntou tantos seres assim numa história arrebatadora que merece todo o mérito que ganhou.

Não é um livro para todo mundo, pois tem muito ''mimimi'' e a Clary é chatinha. 



A continuação da história é o livro ''Cidade das Cinzas''


Até mais :)







Nenhum comentário:

Postar um comentário